9 DICAS PARA MANTER SUA ESCOVA DE DENTE LIVRE DE BACTÉRIAS

A escova de dente é uma das maiores aliadas para manter nossa saúde bucal, mas, é preciso higienizá-la corretamente, caso contrário, ela pode se tornar foco de bactérias prejudicais a saúde. Além disso, toda escova de dente tem prazo de validade.

Abaixo, listamos algumas dicas para manter sua saúde bucal, através da manutenção correta da sua escova de dente.

1. Troque sua escova de dente regularmente

O ideal é fazer a troca da escova de dente a cada 3 meses. Porém, se as cerdas estiverem desgastadas antes desse tempo, é necessário antecipar a troca – cerdas desgastadas não limpam com a mesma eficácia e podem causar machucados na gengiva. Isso é válido tanto para escovas normais, quanto elétricas.

A troca da escova também é recomendada após uma doença viral ou bacteriológica, pois, as cerdas da escova de dente são um ótimo habitat para fungos e bactérias, o que pode causar uma reinfecção.

2. Faça uma higienização diária

Após a escovação, limpe bem sua escova de dente com água corrente. Porém, só água e pasta de dente não são suficientes para realizar uma correta higienização da mesma, por isso, borrife antisséptico bucal ou vale deixar as cerdas submersas no enxaguante bucal por 20 minutos. Além disso, já existem higienizadores de cerdas, próprios para esse tipo de limpeza.

3. Use um protetor de cerdas

Não deixe sua escova descoberta, use um protetor de cerdas. Dê preferência para aqueles que têm furinhos para ventilação. Vale lembrar que esse protetor também deve ser higienizado diariamente.

4. Faça bochecho antes da escovação

É importante lavar as mãos com água e sabão antes da escovação e, também, fazer um bochecho rápido, pode ser com água mesmo, para eliminar alguns restos de comida que possam ter ficado na boca após as refeições.  Dessa forma, evita-se a contaminação por bactérias que podem estar presentes nas mãos e que pedaços de comida fiquem presos nas cerdas da escova de dente, facilitando a proliferação de bactérias.

5. Não deixe as escovas “namorando”

É comum deixar as escovas de dente juntas e sem protetor de cerdas. Mas, o contato entre elas deve ser evitado, para que não haja a possibilidade das bactérias de uma escova passar para a outra.

6. Não deixe sua escova exposta em cima da pia do banheiro

Pesquisas científicas confirmaram que as escovas de dente podem conter coliformes fecais, devido ficarem em cima da pia do banheiro, na maioria das vezes, sem proteção nas cerdas. Além disso, dessa forma, ficam expostas, também, ao contato com insetos.

O ideal seria guardar sua escova fora do banheiro, mas, se isso não for possível, tente conservá-la em um armário fechado, distante do vaso sanitário e com um protetor de cerdas.

7. Escolha o formato de escova mais adequado

Há alguns formatos de escovas de dente, que tornam mais difícil a sua higienização, bem como o tipo das cerdas. Escovas com muitas curvas e cerdas muito duras, são mais difíceis de serem higienizadas.

8. Evite a umidade

A umidade favorece a proliferação das bactérias. Por isso, retire ao máximo o excesso de água da sua escova de dente e procure guardá-la na posição vertical.

9. Não compartilhe sua escova

A escova de dente é um objeto de uso pessoal e intransferível. Ao compartilhar sua escova de dente com outra pessoa, você está sujeito a adquirir bactérias e transferir possíveis bactérias da sua escova para outra pessoa.